Blog

» veja mais posts

31/07/2020 - POR ODAIR SIMEÃO

O que vai mudar na sua vida com a RDC 58/ANVISA?

Olá!

A nova regulamentação da ANVISA em Sistemas de Ultrassom Diagnóstico implicará na necessidade crescente de que cada operador, seja ele enfermeiro, médico, administrador de hospital ou mesmo o gestor, engenheiro clínico, volte sua atenção cada vez mais à manutenção dos equipamentos, especialmente os transdutores, que por sua natureza exigem maior cuidado diário.

Cuidados preventivos diários como limpar a lente após exames com o produto correto e atenção a indícios de inconformidade, como amarelento da lente (que deve ser substituída para evitar danos ao cristal), entre diversos outros, além de reduzir custo de manutenção no longo prazo, serão essenciais para que as unidades de saúde se mantenham dentro dos padrões da RDC 58/ANVISA.

Visitamos clínicas e hospitais com frequência por todo o Brasil. As estimativas são que mais de 85% dos equipamentos estão em desacordo em ao menos 1 aspecto dos fiscalizados pela RDC 58/2019.

Apesar de que a Norma entrará em vigor somente dia 26 de dezembro de 2020, tivemos notícias de uma clínica da cidade de São Paulo que já foi alvo de vistoria.

O impacto da RDC será próximo e real. Caso as unidades de saúde não tenham laudo de vistoria ou caso estejam em desacordo com as normas (danificados ou sem manutenção), as unidades podem ser impactadas até mesmo com interdição de serviço.

Pensando nisso, elaboramos um Manual de Boas Práticas para uso de Transdutores de Ultrassom, oferecendo todo nosso know-how para apoiá-lo a desenvolver e manter estes cuidados. 

Para baixar este Manual gratuito, acesse: 

http://brptransdutores.rds.land/ebook-gratis

Aqui na BRP Transdutores, somos árduos defensores da manutenção preventiva. Oferecemos aos nossos clientes serviços completos, como avaliação de parques de máquinas, manutenção preventiva e toda a manutenção corretiva quando necessária, incluindo a troca de cristais, uma novidade no mercado brasileiro.

Desenvolvemos um sistema automatizado e menos humano-dependente, como já falamos no nosso post anterior, que possibilita uma analise mais rápida, o que é ideal inclusive para atender à regulamentação.

E caso seu equipamento não esteja em conformidade, temos capacidade para efetuar o reparo de maneira ágil e permitir que volte a operar dentro dos padrões da resolução.

Nossos clientes com contrato de manutenção do seu parque de máquinas, terão todo este suporte, tanto no que se refere às análises quanto à manutenção preventiva e, até mesmo, reparos para que seus transdutores operem sempre com qualidade de imagem compatível à de um aparelho novo.

Seja oferecendo um Manual de Boas Práticas sem custo, com serviços pontuais ou com contrato de manutenção, a BRP estará cada vez mais próxima de você, para apoiá-lo da melhor forma possível na missão de entregar serviços com excelência ao setor de diagnóstico por imagem.

 

Odair Simeão

BRP Transdutores, A Imagem do Futuro

Cadastre-se em
nossa newslleter.

Me chame no WhatsApp Agora!